In Media Res é nosso selo de literatura.

Aqui, a boa história e a boa escrita têm vez, estejam elas expressas em romances, crônicas, ensaios, contos ou poesia.

Paixão e Esperança 

A violência contra a mulher

Felipe Candiota

Paixão e esperança é um livro impactante que fala de maneira aberta sobre a violência contra a mulher.

Ao contrário do que pode sugerir seu título, a paixão e a esperança aqui mencionadas não são sentimentos saudáveis que unem famílias, mas justificativas para  uma cultura  social mantenedora  da submissão feminina a uma autoridade masculina arcaica, descabida, inaceitável.

Influenciadas por conceitos equivocados de amor e obediência, comumente incentivados por igrejas, e diminuídas em sua integridade pelo meio em que vivem, mulheres se permitem vivenciar relações abusivas em prol de um amor de mão única e de uma possibilidade inexistente de mudança por parte do parceiro. O resultado é um desastre social de consequências e alcance inimagináveis.

Este livro é, pois, um livro duro e pesado, assim como é a vida de tantas mulheres. E trágico, assim como foi o crime a partir do qual o autor se baseou para escrevê-lo: o feminicídio ocorrido em 2017, em Petrópolis, na rua Henrique Paixão, no bairro Esperança. Um triste trocadilho.

Contos de enganar o tempo

Contos

Fabiana Corrêa

A vida no reino entrava no ritmo. Até a lua e o sol começaram a marcar o compasso certo de acordar e dormir. O rei ficou encantado com a ordem do tique-taque do gongo. Agora, dava tempo de fazer tudo que ele queria, sem se perder na falta do tempo desmarcado. O povo também gostava do gongo e do homem. No dia cabia tudo: trabalho, descanso, comida, esporte, namoro e festas. No reino, agora, tinha até férias!

Jardim de fora jardim de dentro

Infantil

Catherine Beltrão

– Uma noite, sonhei que os galhos das flores de um quadro me levavam para um lugar mágico, todo iluminado e cheiroso: era uma floresta encantada e cantante!

Eu não existo

Romance

Marco Guedes

Mesmo com dor e desconforto, a cada passo que eu dava, eu me lembrava de cada gesto, de cada olhar e de cada palavra daquele médico, e autorizei os meus pensamentos a me imaginarem, em tempo futuro, protagonizando com outros que também necessitassem de semelhante ajuda, a mesma cena, o mesmo gesto, a mesma atenção. Ser também uma semente gemelar de esperança e confiança, tal qual aquele médico, fez sentido em minha alma. Acho que ali comecei a desconfiar de o quê, quem e como eu queria ser, e de que não existem atalhos para onde se valha ir.

A realidade não é o nosso quintal

Ensaios

Ricardo Lengruber

O espaço literário oferecido por um livro é um território para o exercício da liberdade. Livre para pensar e para escrever, o autor pode divagar como quiser, e isso Ricardo Lengruber, um multiprofissional, sabe fazer muito bem. Teólogo, filósofo, professor, escritor e administrador, além de expert em comunicação, ele está perfeitamente adequado ao estágio quinquenário da economia e da sociedade, ou seja, ao âmbito dos experts. No presente livro, ele se permite questionar desde a política até a religião, passando por inúmeras questões sociais, sem perder contato com o contexto onde esses assuntos são percebidos, vivenciados e questionados. 

O rio, o besoura e a águia

Contos

J. A. Sathler

Não importa a idade que se tenha, reflexões sobre a vida fazem parte da existência humana, e o teor dessas reflexões, segundo muitas doutrinas, são determinantes no rumo da vida de cada um.

“Somos o que pensamos” são palavras atribuídas a Buda e aceitas por boa parte das pessoas espiritualizadas, entre elas, por J.A. Sathler, o autor deste livro.

Em conversas com a natureza, amigos, mestres e discípulos, os personagens criados por Sathler são levados a refletir sobre suas escolhas, cabendo-lhes compreendê-las, aceitá-las, ou questioná-las.  Sempre em tom reflexivo e pausado, as divagações aqui expostas levarão personagens e leitores à reflexão sobre os caminhos percorridos e os ainda a percorrer. A busca por equilíbrio e sabedoria é a tônica deste livro.

O grande amor de Topázio e Turmalina

Romance-Catálogo

Margareth Cardoso

As pedras preciosas são denominadas gemas,  por apresentarem a parte melhor, mais pura, bela, de coloração, brilho ou efeitos óticos de maior chance de aproveitamento de um mineral, uma rocha. Existem também as gemas vegetais e orgânicas. Isso falando-se das naturais. Há também as não naturais, produzidas com a intervenção humana, que podem ser sintéticas ( fabricadas em sofisticados laboratórios credenciados e fiscalizados ), artigos de imitação, que se assemelham às gemas, porém , são adornos , em vidros, resinas, massas diversas e,  até outras , cujas partes naturais são unidas a outros materiais criando um sem fim de combinações .

As esquinas das minhas ruas

Romance

Alfredo Henrique

O outono é a mais bela das estações do ano no subúrbio, quando o sol não é intenso, mas amarelinho e aquecedor na medida certa. Foi em um dia outonal que algo diferente, monstruosamente apavorante, pairou pelos ares do bairro. Bojudo, gigantesco, parecendo mais um quibe cinza voador, singrava o ar um enorme dirigível, o famoso Zeppelin, voando a certa altura.

A máquina voadora chamava a atenção dos moradores, que corriam em aglomerados até a esquina, perplexos e amedrontados. Assistiam à passagem da enorme e diferente forma ovalada. Alguns, pelo contrário, escondiam-se dentro de casa, alucinados e berrando, como se estivessem sendo atacados pelos nazistas, que teriam lançado uma enorme bomba voadora sobre Quintino.

De corpo inteiro

Romance

Ana Paula Huback

Ana Paula Huback coleciona inúmeras satisfações pessoais e profissionais, além de um longo histórico de busca por crescimento espiritual. No ano de 2016, essa jornada a levou a um retiro de meditação e yoga em uma ilha localizada no sul da Tailândia. Lá, em meio a amizades novas e a muitas descobertas pessoais, ela se deparou com o inesperado: depois de contrair dengue, viu-se paralisada da cintura para baixo, no limbo entre a vida e a morte, sozinha e perdida em um hospital sem recursos para diagnosticá-la e tratá-la. A partir de suas intuições e da ajuda de amigos, Ana Paula conseguiu se resgatar dessa situação e se viu transformada por sua experiência. “De corpo inteiro: uma viagem de transformação” conta, portanto, não só a história de uma viagem à Tailândia e a outras partes da Ásia, mas, também, uma viagem interior extremamente profunda, doída, narrada com delicadeza e honestidade, pontuando os altos e baixos de nossa fé e de nossa existência, em uma busca pela cura, pela superação e pela transformação.

Não fosse um repolho...

Infantil

Ana Beatriz Manier 

Ilustrações: Leka

[...] e se a avó não tivesse ido fazer compras naquela manhã? E se o sapato não tivesse ficado preso entre as pedras? E se o repolho não tivesse saído rolando? Se o avô não tivesse saltado do bonde àquela hora? Se não tivesse visto aquela moça caindo? Será que eles teriam se conhecido? Teriam se casado? Teriam tido filhos? Netos? Não fosse aquele bendito repolho, talvez ele, Nando, nem tivesse nascido.

Espelho partido

Romance

Carlos Eduardo Leal

"Terminei a leitura de Espelho Partido e confesso que estou ainda embriagada, tonta, incrédula com esta obra. Que privilégio meu conhecer este autor. Carlos Eduardo se superou na produção deste livro! Forte, poético, denso, inquietante, louco!

Leiam. Mergulhem. Prossigam na leitura. É absolutamente bárbaro!"

Glória Campos - Psicanalista

Coisas que viram outras

Contos

Ninfa Parreiras 

Ilustrações: Elê Nogueira

O jeito diferente de olhar de fora pra dentro, molhar as páginas e os olhos, virar a folha e secar a água, abrir o riso, se acolher no colo do outro e também dar colo àqueles por quem sentimos uma conexão profunda. É deixar o livro que tá nas mãos para ver o livro que todos somos.

Nestes textos a profundidade faz morada no leitor. Como uma palavra se aninha com tanta rapidez? Qual segredo?

Talvez as memórias que moram na gente, a vontade de algo que poderia ter sido ou o desejo de que fosse de novo, diferente ou quem sabe, igual.

Quem escreve, resiste.

Quem lê, vive.

Os segredos de Cida

Romance

Manoel Carlos

Ao nos aproximarmos da entrada da favela, ela diminuiu o passo e começou a olhar para todos os lados. A tensão aumentou e fez meu coração disparar. Quando dobrou à direita para entrar, Cida olhou para mim por cima do ombro, parecendo pedir que eu voltasse. Pude ver isso no brilho dos seus olhos e em seu rosto apreensivo. Ponderei, repassei mentalmente todas as orientações e conselhos que ela me dera sobre como me comportar diante da realidade que eu estava prestes a conhecer, e tomei a decisão de ir em frente e segui-la até o seu porto seguro.

É menina!

Poesia

Hilvânia de Carvalho

É menina é poesia de mulher. Para mulher. Mas que homens também podem ler para entender um pouco mais sobre quem, dizem, ter sido feita de suas costelas. Fala de um tipo de alma genuína que se vê e entende num primeiro olhar. Basta ter olhos para ver e sensibilidade para entender.

Do que são feitas as estrelas
Romance juvenil

 

Jana Meilman

Do que são feitas as estrelas
Romance juvenil

 

Jana Meilman

Do que são feitas as estrelas narra a história de Malu, uma jovem atriz brasileira que vai em busca do seu sonho em Nova York, para estudar na Watson School, uma das mais importantes escolas de artes cênicas do mundo, conhecida por transformar seus alunos em grandes celebridades. Na Watson, Malu conhece Sofia, uma mexicana carismática que faz parte de uma família singular, e Lauren, uma irlandesa determinada e nada convencional. Juntas, as amigas viverão romances, aventuras e descobrirão a força da amizade. No entanto, para realizar o sonho de se tornar famosa, Malu terá que tomar decisões difíceis e superar uma tragédia inimaginável. E será no momento de maior escuridão de sua vida que ela descobrirá do que as estrelas são mesmo feitas.

Terapia de um sequestro
Romance 

 

Manoel Carlos

A violência corrói o tecido social e deixa marcas para além do que os olhos conseguem captar. Terapia de um sequestro traz um relato dramático sobre o impacto de um crime brutal ao longo de toda a vida de uma vítima. O livro chama a atenção para a necessidade urgente de se colocar a redução da violência e a atenção às vítimas no centro da agenda de políticas de nosso país. Hoje, temos conhecimento acumulado sobre o que funciona e o que não funciona para melhorar a segurança. Cabe a cada um de nós buscar informação e cobrar de nossos governantes que cumpram sua missão de proteger os cidadãos.

Os sessenta anos de um urso e um palhaço
Infantil

 

Catherine Beltrão

Sabe aquela história entre vó e neta que merece ganhar as páginas de um livro? Catherine Beltrão não hesitou e escreveu "Os sessenta anos de um urso e de um palhaço", em homenagem a sua avó Edith Blin. As ilustrações do livro também fazem parte dessa história, afinal de contas, os quadros pintados por Edith, entre as décadas 1940 e 1960, dão mais vida às páginas do livro.

Diasassados
Romance
André Resende

Noam Soisa é neurocientista em paz com a vida que leva. Na juventude, gostava de anunciar a todos que era racionalista e a razão seu lugar no mundo. Um jovem homem que costumava se envolver com inúmeras mulheres, sem tempo para nomes ou rostos. Até que um dia as mulheres pararam de olhar e ter interesse por ele e Noam começou a desconfiar que um encosto espiritual estava sempre por perto.

Com uma narrativa ágil e criativa, tipicamente sua, e com marcas e referências culturais riquíssimas da cidade de Recife, André Resende presenteia o leitor com uma obra instigante, ora questionando verdades, ora se divertindo com elas.

Exílio na primeira classe
Romance
Virgínia Cavalcanti

Romance construído como uma narrativa de memória. No começo dos anos 1970, o Brasil está o auge da ditadura militar. Militantes políticos de oposição ao regime de exceção eram  perseguidos, presos, torturados e mortos. Teresa vive no exílio, em Londres. Não pode voltar ao Brasil. A falta de informação dos parentes, amigos e companheiros políticos, coloca Teresa,  com frequência, em um estado de angústia.

O tempo das coisas
Crônicas
Maria Bitarello

Coletânea de 28 crônicas que falam de situações aparentemente  banais, cotidianas, mas que ganham importância quando recebem a devida atenção.

"As coisas têm seu tempo. E embora os tempos hoje sejam de afobação, o chá ainda toma o tempo que toma pra ficar pronto. E tudo indica que vai continuar sendo assim. Saber disso, no corpo e na alma, é o que eu chamo de sabedoria.”

Te ajudarei a ir se quiseres

Romance

Ana Beatriz Manier

Contada por duas vozes narrativas (mãe e filha) que se alternam entre humor e dramaticidade, “Te ajudarei a ir se quiseres” relata a história de uma senhora de 70 anos, Laura, casada, mãe e avó, que recebe o telefonema inesperado de Francisco, ex-namorado da juventude por quem sempre nutriu profundo amor. Surpresa com esse contato e com toda carga emocional que ele traz, ela se abrirá com a filha em busca de conselhos sobre o que fazer. Será no diálogo franco entre elas, permeado de muita compreensão e respeito, que Laura encontrará coragem para ficar frente a frente com seus sonhos e desejos e permitir-se a possibilidade da escolha.

Canção da mulher que virou barco
Antologia poética

 

Iracema Macedo

Canção da Mulher que virou barco é um convite a atravessar a perigosa e deliciosa rota da autodescoberta, do amor e do desamor que compõem paisagens perpassadas por brisas e tempestades, por calmaria e afogamentos. Com voltas à tona e mergulhos, Iracema Macedo nos oferece uma travessia intuitiva e compensadora, ora arrebatada e ousada, ela é, acima de tudo, depositária de movimentos, de idas e vindas, de partidas e ancoragens.

Pílulas para respirar
Crônicas 

 

Rosana Miziara

Dizem por aí que a sabedoria reside em vivermos o puro presente. A iluminação se dá quando conseguimos fazer de cada instante a tradução plena da eternidade. Vamos tentando, então, com meditações infindas, recitar os mantras que acalmam as mentes. Respira. Inspira. E quando o corpo, imóvel, fica tomado por pensamentos incessantes, nos damos conta de quão longo e árduo deve ser o caminho para o saber. Tudo isto, no entanto, se desvanece no ar quando lemos, respiramos, sentimos e tomamos as pílulas para respirar de Rosana Miziara. Em cada uma delas, o sabor da vida se faz simplesmente eterno e desce fino pela boca. Simples, sábio e quente tal como uma xícara de café em um sábado de manhã.

  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon